Este site não está atualizado, consulte o site do agrupamento atualizado em www.aeffl.pt
Siga-nos RSS Facebook Twitter
7 de Agosto de 2020
  • Decrease font size
  • Default font size
  • Increase font size

 
Já que não podemos ler tantos livros quantos os que podemos ter, basta que tenhamos tantos quantos possamos ler.
Séneca

 
Quem não lê, não quer saber; quem não quer saber, quer errar.
Padre António Vieira

 
Um romance é como um arco de violino, a caixa de ressonância é a alma do leitor.
Stendhal

 
Eu não gosto dela e lamento alguma vez ter tido alguma coisa a ver com ela.
Erwin Schrödinger sobre a Mecânica Quântica

 
Eu não gosto dela e lamento alguma vez ter tido alguma coisa a ver com ela.
Erwin Schrödinger sobre a Mecânica Quântica

Início Livro do Mês Dezembro de 2006
Dezembro de 2006 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

jooˍaguiarO Jardim das Delícias
de João Aguiar,
Asa, 2005

Sinopse 

Num dado momento histórico, situado para lá dos meados do século XXI, um jornalista farta-se do mundo em que vive. Esse mundo é a grande Federação Europeia, descendente directa da União Europeia. Uma Federação massificada, estupidificada, dominada pelos Estados mais poderosos, os quais, por sua vez, obedecem cegamente a grandes grupos económicos, que apenas se ocupam dos seus interesses.

Ao criticar violentamente esse mundo, o jornalista apercebe-se de que a liberdade de informação já não é o que era, e de que há mais descontentes do que ele julgava. Apercebe-se, também, de que, entre esses descontentes, cresceram e ganharam força certas ideologias que, no passado, mergulharam a Europa no caos. Aproxima-se o momento de um grande confronto — e ele encontra-se no meio do campo de batalha, incapaz de aderir a qualquer dos dois exércitos…

Um romance de grande actualidade, que demonstra a constante atenção do Autor aos mais prementes problemas do nosso tempo.