Este site não está atualizado, consulte o site do agrupamento atualizado em www.aeffl.pt
Siga-nos RSS Facebook Twitter
19 de Junho de 2021
  • Decrease font size
  • Default font size
  • Increase font size

 
Sempre imaginei que o paraíso será uma espécie de biblioteca
Jorge Luis Borges

 
As pessoas influenciam-nos, as vozes comovem-nos, os livros convencem-nos, os feitos entusiasmam-nos.
John Henry Newman

 
Um belo livro é aquele que semeia em redor os pontos de interrogação.
Jean Cocteau

 
Nada na vida deve ser receado. Tem apenas que ser compreendido.
Marie Curie

 
Eu não gosto dela e lamento alguma vez ter tido alguma coisa a ver com ela.
Erwin Schrödinger sobre a Mecânica Quântica

Início Livro do Mês Livro do mês - Jan/2006
Livro do mês - Jan/2006 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Eu Quero Viver
Diário de uma adolescente descoberto nos arquivos do KGB
de Nina Lugovskaia
Editora: Casa das Letras
2005

Nina Lugovskaia era uma jovem moscovita. Inteligente, emotiva, curiosa, atravessa as crises típicas da adolescência, acalenta grandes ambições, tem ciúmes das irmãs e ama em segredo. Mas, sobretudo, tem um olhar maduro, límpido e frio, avaliando o mundo que a rodeia com profundidade e precisão.


 
O seu diário – que começou a escrever aos 13 anos – representa uma das descobertas mais importantes dos últimos tempos e um tocante testemunho directo do terror estalinista, entre 1932 e 1937. Nesta obra, ficamos a saber, pela voz de Nina, como se vivia nos anos trinta em Moscovo, onde as buscas estavam na ordem do dia, o espectro da prisão e até mesmo do gulag, era uma perspectiva real e onde a fome constituía uma presença constante. Graças às suas inflexões e sonhos, podemos sentir aquela época, descrita por uma voz viva, perspicaz, enérgica e sincera...