Este site não está atualizado, consulte o site do agrupamento atualizado em www.aeffl.pt
Siga-nos RSS Facebook Twitter
17 de Janeiro de 2020
  • Decrease font size
  • Default font size
  • Increase font size


Temo o homem de um só livro.
São Tomás de Aquino

Toda a poesia é luminosa, até a mais obscura.
O leitor é que tem às vezes em lugar de sol, nevoeiro dentro de si.
Eugénio de Andrade


O mundo é um belo livro, mas é pouco útil para quem não o sabe ler.
Carlo Goldoni (dramaturgo italiano)

 
O que não consigo criar não consigo compreender.
Richard P. Feynman

 
O que não consigo criar não consigo compreender.
Richard P. Feynman

Início Livro do Mês Abril de 2011
Abril de 2011 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
.A Balada da Praia dos Cães
José Cardoso Pires
Leya

"O romance foi escrito no período pós-revolução de 25 de Abril de 1974. A acção situa-se no princípio dos anos 60, e retrata alguns aspectos da sociedade portuguesa em plena época da ditadura salazarista. Relata a investigação dum assassínio; e a história começa com o relatório da descoberta de um cadáver enterrado na Praia do Mastro em 3 de Abril de 1960. Mais tarde, a polícia descobre tratar -se do major Luís Dantas Castro, um militar preso por tentativa de rebelião contra o regime vigente e que escapara da prisão."